. Veja 30 jogos que a Nintendo deveria trazer em um SNES Classic Edition - Tudo Sobre Tecnologia



Em junho, a Nintendo anunciou que lançaria o NES Classic Edition, uma releitura do console que ficou popularmente conhecido no Brasil como "Nintendinho". Conforme prometido, o lançamento agendado para 11 de novembro foi cumprido, e o mini console custa meros US$ 59,99.


O melhor é que, diferente do videogame clássico, o relançamento virá com 30 jogos na memória, incluindo os clássicos Super Mario Bros. 1, 2 e 3, The Legend of Zelda, Punch Out, Final Fantasy, Donkey Kong, Bubble Bobble e muito mais.
Isso nos faz pensar se a Nintendo tem planos de lançar uma edição especial do SNES também. A estética de 16 bits da biblioteca de jogos do Super Nintendo ainda tem um certo charme, e muitos podem se interessar em reviver alguns dos títulos favoritos daquela época. O Gizmodo preparou uma lista com 30 jogos que deveriam ser incluídos, caso a Nintendo decida lançar um SNES Classic Edition.
Essa lista não está em nenhuma ordem lógica e não tem a intenção de criar um rank. Trata-se apenas de uma sugestão de jogos que seriam muito legais de relembrar em uma experiência de console.

Super Mario World

Simplesmente, não pode existir um Super Nintendo sem Super Mario World. O jogo veio grátis com o SNES original, o que foi uma oferta incrível considerando que tem uma legítima reivindicação de ser o maior side-scroller de todos os tempos. Além disso, ele também nos trouxe os efeitos sonoros do Yoshi.
O jogo foi lançado em 1990 no Japão e se tornou um enorme sucesso crítico e comercial, e foi considerado o mais bem-vendido da plataforma, com 20 milhões de cópias vendidas no mundo todo.

The Legend of Zelda: A Link to the Past

Apesar da falta de 3D e da companheira Epona, a versão de 16 bits de The Legend of Zelda, era uma grande aventura que parecia que nunca iria acabar. Mas quando os jogadores finalmente derrotaram Ganon, o jogo, infelizmente, chegou ao fim.
Este é o terceiro jogo da série The Legend of Zelda, e foi lançado em 1991 no Japão. Sucesso comercial e de crítica, ele foi um marco para a Nintendo e é considerado como um dos melhores games da história, inclusive pelo seu enredo, e vendeu mais de quatro milhões de cópias em todo mundo.


Earthbound

Este jogo estranho e irreverente é o perfeito "moderno" RPG. Tendo sido ignorado durante a sua versão original, este jogo é agora um clássico cultuado.
Apesar de ser um RPG, em EarthBound você não vai encontrar espadas, dragões e cavernas, mas sim hippies alucinados, criaturas espaciais com um lacinho amarrado na cabeça, e um monte de referências aos costumes suburbanos.

Ken Griffey Jr. Presents Major League Baseball

É um jogo de beisebol para Super NES que foi lançado em 1994. Ele tem uma licença da Major League Baseball, mas não uma Major League Baseball Players Association, o que significa que o jogo conta com estádios reais e equipes reais, mas não com jogadores reais (exceto, Ken Griffey Jr. que é o nome do game).
Os jogadores fictícios têm as mesmas estatísticas que os seus representantes a que fazem referência no mundo real, e o jogo vem com uma característica de mudança de nome que permite aos jogadores batizarem seus atletas como quiserem.

F-Zero

O Super Nintendo não tinha nenhuma capacidade 3D até que o Star Fox surgisse. Na verdade, ele usa as capacidades de "Modo 7" para girar e escalar o background em tempo real, assim jogos que adotaram a estratégia pareciam estar funcionando em 3D de modo que nunca tínhamos visto em videogames antes.
Futurista, o jogo se passa em 2560, quando o constante contato com formas alienígenas deu origem a um rico mercado intergaláctico. O F-Zero é uma competição criada pelos magnatas com o objetivo de criar um evento equiparável à Fórmula 1, mas em escala intergaláctica.

Super Metroid

Super Metroid, conhecido também por Metroid 3, foi o primeiro a conter 24-megabits no cartucho do SNES, um avanço na época, com gráficos mais apurados e som de ótima qualidade. Havia grandes áreas de mundo aberto, com o jogador coletando diversos itens e power-ups. O jogo também introduziu novos conceitos a série, como a tela de inventário, a unidade de mapeamento automática e a capacidade de disparar em todas as direções.


O jogador controla a heroína Samus Aran, que viaja até o planeta Zebes para recuperar um Metroid roubado pelos Piratas do Espaço. Ela encontrará aperfeiçoamentos para sua armadura ao mesmo tempo em que procura os chefes e o Metroid. O título foi aclamado pela crítica devido a sua jogabilidade, atmosfera e som, e é considerado como um dos melhores jogos de todos os tempos.

Donkey Kong Country

Desenvolvido pela Rare e publicado pela Nintendo para o Super Nintendo, o jogo foi lançado em Novembro de 1994, sob o nome Super Donkey Kong (スーパードンキーコング, Sūpā Donkī Kongu?) no Japão. Ele se passa na "Donkey Kong Island" e há seis regiões com ambientes diferentes para serem exploradas.


Os jogadores devem ajudar Donkey Kong e seu sobrinho Diddy Kong a recuperar seu tesouro de bananas roubado por King K. Rool e os Kremlings.


Super Mario Kart

Super Mario Kart foi o primeiro jogo de corrida da série Mario Kart, que acabou tornando-se uma das séries mais famosas da Nintendo.

A diferença desse jogo para os demais jogos de corrida é a possibilidade de usar utensílios e atalhos para vencer a corrida. As pistas estão localizadas em locais como lagos, castelos de fogo e outros cenários baseados no jogo Super Mario World.

Pilotwings

Lançado em agosto de 1991, o objetivo do jogo é fazer um curso de acrobacias aéreas. O jogador conta com um avião, pára-quedas, asa-delta e uma espécie de foguete portátil para executar as manobras. Existe também um helicóptero que é usado em fases secretas.


A maioria de simuladores de vôo são criados para os pilotos quem quer o acesso a cada um dos botões, alavanca, e controle que você encontraria em um cockpit real. Mas Pilotwings transformou a experiência de voar em um jogo que você tinha que voltar novamente para completar desafios de habilidade.

NBA Jam

Lançado em 1993 pela Midway, o jogo revolucionou o gênero dos jogo-eletrônicos de basquetebol. Usando a mesma tecnologia de digitalização vista em Mortal Kombat, a desenvolvedora resolveu arriscar no campo dos jogos de esporte com a ideia de um jogo de basquete 2x2 que, pela primeira vez, teve a marca da NBA licenciada, trazendo todas as estrelas da liga, tendo como base a temporada 1992/1993.


Além disso, sem qualquer compromisso com a realidade, o jogo dava poderes exagerados aos jogadores, que, por exemplo, saltavam metros para enterrar.

Super Mario World 2: Yoshi’s Island

Tendo lançamento no Japão em agosto de 1995, o jogo é uma prequência de Super Mario World, onde o jogador controla somente o Yoshi, que deve acompanhar Mario ainda bebê através de seis mundos para reuni-lo com o seu irmão Luigi, que tinha sido sequestrado por capangas de Baby Bowser.






O visual do jogo foi desenhado a mão, e havia efeitos especiais feitos pelo microchip Super FX 2, permitindo um visual belo; Yoshi's Island recebeu aclamação generalizada da crítica pela sua estética, som e jogabilidade. O jogo vendeu mais de 4 milhões de cópias em todo mundo, se tornando o sétimo jogo mais vendido do SNES.

Star Fox

O principal objetivo de cada fase é destruir a maior quantidade de inimigos possível, obtendo certa pontuação por cada um. O veículo principal é a nave Arwing, mesmo que outras vezes se possa usar outros veículos. Este foi o primeiro jogo a incluir o Super FX chip e é o primeiro jogo de 3D da história.



A história do jogo envolve Fox McCloud e o time Star Fox, que devem defender o mundo Corneria contra o ataque das forças Andross.

Super Castlevania IV

Desenvolvido e publicado pela Konami, foi o primeiro jogo da série Castlevania lançado para Super Nintendo. O jogo trouxe níveis totalmente novos, vários deles trazendo áreas de fora do castelo.




















Gráficos de 16-bit com o Mode 7 do SNES e a trilha sonora consistindo principalmente de novas músicas também foram incluídos, além de uma boa porção de remixes de músicas anteriores de Castlevania.

Teenage Mutant Ninja Turtles IV: Turtles in Time

Inspirado no desenho clássico de 1987, “Turtles in Time” nos permite controlar uma ou duas das quatro tartarugas comedoras de pizza: Leonardo, o líder do grupo, usa duas espadas como arma; Donatello, o gênio científico, usa o bastão Bo; Michelangelo, o palhaço do grupo, usa Nunchakus e finalmente Raphael, o rebelde, usa os mortíferos Sais.






















As tartarugas estavam junto com o seu mestre Splinter assistindo televisão quando a repórter April O’Neil aparece no noticiário. Krang aparece em sua roupa humanoide gigante e rouba a Estátua da Liberdade, momentos antes do Destruidor aparecer em todos os canais de TV rindo. Assim começa a ação das tartarugas pelas ruas de Nova York.

Mario Paint

Mario Paint é um jogo em que o jogador pode desenhar com a raster, muito parecido com o Microsoft Paint, para criar e compor música. Foi lançado oficialmente em 1992 e é necessário o uso do Super NES Mouse.















Foi lançado oficialmente no Brasil em 1993, com a chegada da Playtronic, representante da Nintendo no país.

Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars

Mario e seus amigos apareceram em quase todos os gêneros de videogame imagináveis, com diferentes níveis de sucesso. Mas passar de uma aventura de rolagem lateral a um jogo de RPG pode ter sido a transição mais bem sucedida do encanador.



















Este é o primeiro RPG a estrelar o mascote da Nintendo, e por 7 anos, o último jogo da Square em um console da Nintendo - até a chegada de Final Fantasy Crystal Chronicles, em 2003.

Mortal Kombat 2

A Nintendo não permitiria sangue em seu primeiro Mortal Kombat, mas para a sequência a empresa deixou tudo rolar em um dos melhores arcade da época.





















Alguns personagens ganharam movimentos novos, assim como foram introduzidos múltiplos fatalities e outras finalizações.

Super Street Fighter II Turbo

Você não pode ter Mortal Kombat em uma versão minúscula do Super Nintendo sem Street Fighter. Havia muitas iterações de Street Fighter II no SNES, mas o Turbo é o que você provavelmente jogou mais.














Street Fighter II melhorou muitos dos conceitos introduzidos no primeiro jogo, incluindo o uso de movimentos especiais baseados em comandos, uma configuração de seis botões, oferecia uma seleção múltipla de personagens jogáveis, introduziu o sistema de “combos” e o combate "frente-a-frente" entre dois jogadores.

Final Fantasy III

É o terceiro título principal da série Final Fantasy com a história que segue quatro jovens atraídos para um cristal de luz que lhes dá poderes e os instrui a restaurar o equilíbrio do mundo.














Os quatro reconhecem a importância das palavras do cristal, porém não compreendem completamente seu significado, partindo assim em uma aventura para explorar o mundo.

Chrono Trigger

Verdadeiro clássico, é considerado por muitos um dos melhores jogos já feitos na histórias dos games. O jogo foi desenvolvido por uma equipe que foi apelidada de Equipe dos Sonhos, que incluiu Akira Toriyama, criador de Dragon Ball e Dr. Slump.
















No jogo há inúmeras referências a eventos e nomes de mitologias, lendas e História. A trilha sonora é considerada uma obra prima e rendeu um CD triplo no Japão, tornando-se uma das trilhas de videogames de maior sucesso da história.

Earthworm Jim

Earthworm Jim é um jogo que estrela uma minhoca, equipada com uma armadura robótica chamada Jim. Na época de seu lançamento, o jogo foi bem recebido graças a sua animação detalhada, sua jogabilidade polida e seu humor non sense.





















Jim era inicialmente uma minhoca terrestre que fazia coisas comuns de minhoca: comer terra, fugir de corvos etc. Um dia, no espaço, o maligno Psy-Crow encurralou um piloto intergaláctico que havia roubado uma Roupa-cibernética-ultra-high-tech construída pelo Professor Monkey-For-A-Head'. Durante a batalha especial, a armadura caiu na Terra, em cima da minhoca protagonista. Jim conseguiu entrar na armadura, que acabou transformando-o em um "super-minhoca" inteligente.

Harvest Moon

Mesmo se você nunca sonhou em trabalhar em uma fazenda, este simulador de fazenda embala tanta fantasia que você pode ter realmente considerado uma carreira no país se você cresceu jogando este título. Ele pode finalmente ser responsável por jogos como Farmville hoje, mas isso não deve excluí-lo desta lista.

Secret of Mana

Na superfície, o segredo de Mana se parece como um clone clássico de Zelda, mas o jogo é muito mais do que isso. Não só era o seu modo de batalha em tempo real absolutamente revolucionário para a época, o jogo também levou multi-player para um nível totalmente novo, com suporte para até três jogadores.




















O Jogo foi portado aos consoles modernos e mesmo aos telefones móveis, mas será sempre melhor em 16 bits.

Samurai Shodown

A maioria dos jogos de luta se concentrava no combate corpo-a-corpo e caracterizava personagens enraizados mais na fantasia do que na realidade. Mas Samurai Shodown, ambientado durante a era feudal do Japão, concentra-se no combate baseado em armas que favorece golpes bem colocados ao invés de combos over-the-top. E ao contrário da versão original do SNES de Mortal Kombat, há litros de sangue.

Mega Man X

Apesar de ser um dos jogos de plataformas de rolagem lateral mais frustrantemente desafiantes, você não pode ter um console Super Nintendo sem um jogo Mega Man.






















O NES Classic Edition tem Mega Man 2, portanto, o equivalente para SNES deve incluir a primeira edição de 16 bits para essa série.

WWF Royal Rumble

Mesmo que apenas pensar sobre o seu sistema de agarrar e aplicar golpes provavelmente provoque dor nas mãos e nos dedos, este jogo de luta vale a pena jogar novamente apenas pela razão que você poderia "acidentalmente" bater os árbitros e fazer o que você quiser com o seu adversário.

Tiny Toon Adventures: Buster Busts Loose!

Havia muitos títulos de TV e filmes baseados no SNES, mas Tiny Toon Adventures: Buster Busts Loose! É um jogo surpreendentemente bom. Os gráficos eram adoráveis e os mini-jogos eram muito divertidos - e isso foi antes que o mundo soubesse sobre Mario Party.

Illusions of Gaia

Este RPG de ação pode não ter tantos fãs como The Legend of Zelda ou Final Fantasy, mas sua história era boa, os quebra-cabeças eram desafiadores e os gráficos exigiam tudo o que o hardware de 16 bits da Super Nintendo era capaz de fazer. Vê-lo em uma TV de tela grande moderna seria um verdadeiro deleite nostálgico.















NHLPA Hockey '93

O Sega Genesis foi considerado o console para os que estivesse realmente interessados em jogar jogos de esportes. Mas o Super Nintendo teve o seu próprio, graças à EA fazendo muitos dos seus jogos disponíveis em ambos os sistemas.

Madden '94

O NES tinha Tecmo Bowl, mas o SNES tinha Madden '94. Grandes gráficos para a época, e jogabilidade soberba, este foi o jogo de futebol que introduziu "bluff play" para o mundo.

0 comentários Goocle+ 0 Facebook

Postar um comentário

 
Tudo Sobre Tecnologia © 2013-2020. Todos os direitos reservados. Tudo Sobre Tecnologia. Desenvolvido por TST
Topo