Segundo fontes anônimas do Fudzilla familiarizadas com os planos da NVIDIA para suas GPUs Pascal, a empresa deve colocar no mercado em breve uma nova placa com o chip GP102, que seria poderoso o suficiente para ganhar o título de "Titan", superando consideravelmente o GP104, presente na GTX 1080. Existe ainda a possibilidade de uma versão posterior chegar com a nomenclatura “Ti” mais para o fim do ano, mas, por enquanto, ainda não há informações concretas sobre isso.
O chip GP102 da possível Titan é bem grande em comparação aos demais da arquitetura Pascal. Segundo as fontes, ele seria maior que o GP104, que conta com 314 mm², mas também não seria tão gigantesco quanto o GP100, utilizado em supercomputadores. Apesar disso, a manufatura deve ser feita no processo 16 nm FinFET da TSMC e terá significativamente mais núcleos CUDA comparado ao GP104 da GTX 1080. Quantos exatamente, não sabemos.


Publicidade
O chip GP102 da possível Titan é bem grande em comparação aos demais da arquitetura Pascal
As fontes ainda comentam que a placa usará memória GDDR5X, e a expectativa é de que ela venda tão bem quanto ou ainda melhor que a GTX 1080 até agora. Contudo, o preço será alto: em torno de US$ 999 (R$ 3.4 mil na conversão direta e sem impostos). Seja como for, a NVIDIA certamente terá um ótimo 2016 no que diz respeito a lucros se depender do desempenho de suas placas top de linha, ainda mais com uma possível “Ti” vindo nos próximos meses.


Você está disposto a comprar uma placa da nova geração da NVIDIA para jogar Division, Doom e outros games mais pesados deste ano? Deixe suas opiniões nos comentários.