. 11 GAMES QUE VOCÊ PRECISA JOGAR EM 2016 - Tudo Sobre Tecnologia

Imagem

Na galeria abaixo, confira a seleção dos games que o Omelete escolheu para você não perder em 2016:


Imagem
The Legend of Zelda (Wii U)

Não existe um The Legend of Zelda para consoles que não marque geração ou dê um passo à frente em conceitos de gameplay. Pelo que foi falado até agora, esse pode ser o jogo que mudará o modo como vemos o gênero de mundo aberto, tão usado e explorado pelas desenvolvedoras atuais. Sem dúvida é o game mais importante do ano.



Lançamento:
 2016


Imagem
Uncharted 4: A Thief's End (PlayStation 4)

A Naughty Dog se consagrou com Last of Us e agora tem a oportunidade de mostrar o primeiro grande blockbuster do PlayStation 4. O desafio aqui é extrapolar a narrativa linear e mostrar como os games podem usufruir da tecnologia sem deixar de avançar no quesito criativo. Só ser mais bonito não vale, precisa ser mais divertido e inovador que todos os antecessores.

Lançamento: 26 de abril


Imagem
Quantum Break (Xbox One)

A Remedy sempre trouxe ideias de gameplay interessantes e bons roteiros, primeiro no gênero policial (Max Payne) e depois no terror (Alan Wake). Estou curioso para ver o que vão fazer na ficção científica com Quantum Break, seu projeto mais ambicioso.

Lançamento: 5 de abril


Imagem
Street Fighter V (PlayStation 4 e PC)

Nesse caso, estou mais ansioso para ver como o novo Street Fighter vai transformar o cenário de eSports. O game está sendo bem estruturado e espero presenciar uma explosão interessante na cena competitiva de jogos de luta.

Imagem
Persona 5 (PlayStation 3 e PlayStation 4)

Atlus tem a tradição de me conquistar com a estranheza e sensibilidade de seus títulos, cativando com uma mecânica de interação social entre personagens e elementos clássicos de RPGS. Não dá pra esperar algo aquém de um excelente jogo.

Lançamento: 2016


Imagem
Gears of War 4 (Xbox One)

Uma das melhores franquias da geração passada e também a responsável por mudar o jeito de se fazer multiplayer e shooters em terceira pessoa. Uma nova fase, uma nova empresa e um novo console. É o jogo mais esperado para se jogar no Xbox One, com certeza.

Além de fã assumido de Gears of War, estou curioso para ver como os dois novos personagens serão inseridos na história e se o jogo vai me cativar mesmo sem o protagonista Fenix. A Microsoft está apostando demais para não valer a pena em algum aspecto e consertar alguns erros do último game da série.

Lançamento: 2016


Imagem
The Last Guardian (PlayStation 4)

Outro dos mitológicos games que finalmente deve chegar às mãos dos jogadores em 2016, no que deve ser uma das histórias de desenvolvimento mais complicadas da última década. Mas, considerando a influência e a qualidade das obras de Fumito Ueda, a espera certamente deve valer a pena.

São quase sete anos após o anúncio do jogo e a expectativa é simplesmente muito grande. Mesmo assim, acho que a jogabilidade apresentada, relembrando Shadow of the Colossus, vai valer a pena por toda essa espera.

Lançamento: 2016


Imagem
Mirror's Edge: Catalyst (Xbox One, PlayStation 4 e PC)

O conceito do primeiro Mirror's Edge é um dos mais inovadores da geração passada na minha opinião, mas o primeiro jogo deixou muito a desejar com fases preguiçosas. Com Catalyst, a DICE parece ter corrigido os erros e promete fazer jus às ideias de seu antecessor.

Lançamento: 24 de maio


Imagem
Final Fantasy XV (PlayStation 4 e Xbox One)

Considerando que espero este jogo desde antes do lançamento do PlayStation 3, é uma escolha praticamente obrigatória. Mas meus motivos não ficam só na vontade de conferir o resultado de mais de dez anos de desenvolvimento: o combate e a exploração mostradas na demo "Episode Duscae" são igualmente promissores.



Lançamento:
 2016


Imagem
Deus Ex: Mankind Divided (PlayStation 4, Xbox One e PC)

A Square Enix me surpreendeu com Human Revolution, agradando tanto os fãs da franquia como também aqueles recém chegados ao universo cyberpunk do RPG. E as minhas expectativas para a sequência estão tão altas quanto os prédios da Detroit futurista do game.

Lançamento: 23 de agosto


Imagem
Dishonored 2 (PlayStation 4, Xbox One e PC)

O universo steampunk criado pela Arkane é sem dúvidas um dos meus favoritos, e a jogabilidade semelhante à de BioShock é uma das mais divertidas que já tive a oportunidade de jogar. Bethesda e Arkane dificilmente decepcionarão com o novo game.

0 comentários Goocle+ 0 Facebook

Postar um comentário

 
Tudo Sobre Tecnologia © 2013-2020. Todos os direitos reservados. Tudo Sobre Tecnologia. Desenvolvido por TST
Topo