. Versão 40 do Chrome Beta corrige problema de zoom em sites que usam cabeçalho - Tudo Sobre Tecnologia



Google Chrome Beta acaba de chegar à versão 40 trazendo uma novidade que deve agradar a muitos. Agora o navegador da gigante das buscas é capaz de identificar os cabeçalhos dos sites e redimensioná-los corretamente quando você aplica zoom na tela. A novidade é útil especialmente em sites que não contam com página própria para dispositivos móveis.



No entanto, é bom ter em mente que a mudança só é válida para sites que usam cabeçalhos fixos no topo da tela.
A explicação mais precisa da mudança é que a janela de exibição, que é uma maneira elegante de exibir a parte da página web que você vê em um dado momento, está agora dividida em duas partes. Tenha em mente que isso não é necessariamente uma ideia nova, apenas só foi adotada no Chrome recentemente e implementada no projeto do navegador.

Chrome 39 (esquerda) e Chrome beta 40 (direita)
Conteúdo fixo é projetado para manter uma certa porção da janela de exibição (por exemplo, um cabeçalho ocupando 600x100 pixels centrado na parte superior). Antes desta alteração, os cabeçalhos e similares, muitas vezes assumiam a mesma posição na janela de exibição, independentemente do nível de zoom, porque é assim que eles devem funcionar. Quando você não consegue ver todo o cabeçalho de uma página, por exemplo, é porque esse elemento é maior do que a janela de exibição. Vamos dizer que o cabeçalho possua 600 pixels de largura, mas o zoom estava a 300. O ajuste não era feito para evitar que o conteúdo transbordasse para fora da tela, não sendo possível ser rolado, por ser fixo.
Dividindo a janela de exibição em dois, isso faz basicamente um truque para fazer zoom e rolagem funcionarem sobre este tipo de elemento de página web como uma lupa, sem violar a lógica de seu design. Em primeiro lugar, temos o "layout de exibição em janela", que é a região retangular onde existem elementos fixos, como cabeçalhos. Esta parte do layout é a que eles tratam como a janela de exibição. Em seguida, há a "janela de exibição visual", a parte da página que você realmente vê.



Outra maneira de pensar sobre isso é que o Chrome lida com o conteúdo fixo como uma falsa janela de exibição (o layout básico), enquanto que a janela de exibição visual compreende a página da web como a página mais completa. É uma forma elaborada de arrumar os elementos fixos.
Esta não é uma novidade recente e está em desenvolvimento desde 2012. A internet caminha para um caminho convergente entre o desktop e o mobile, e a Google só agora que começa a unir esses dois pontos. Curiosamente a equipe da Microsoft vem fazendo o mesmo com o Internet Explorer que deverá trazer várias mudanças deste tipo no Windows 10 que pretende unificar todas as plataformas. E este é apenas um dos pontos que precisa mudar para que a total integração ocorra.



Para quem deseja conferir a novidade, basta fazer o download do Chrome Beta diretamente da Play Store. Ele funciona paralelamente à versão estável, sendo possível ter os dois em seu dispositivo.

0 comentários Goocle+ 0 Facebook

Postar um comentário

 
Tudo Sobre Tecnologia © 2013-2020. Todos os direitos reservados. Tudo Sobre Tecnologia. Desenvolvido por TST
Topo